Document Type

Conference Proceeding

Publication Date

6-2016

Abstract

Em 1937, com o pretexto de acabar com a instabilidade politica e impedir um “Complô Comunista”, Getulio Vargas deu um golpe de Estado e instaurou um regime ditatorial conhecido como o “Estado Novo”. No período 1937 -1945 foram lancados projetos de padronização ideológica e cultural -- incluindo a educação que deveria ser um instrumento de propagação da ideologia do Estado Novo. No projeto de Estado Nacional centralizado, a educação focalizou na “brasilidade”; ou seja a formacao de um “novo homem” para um novo Estado. Para implementar este ‘projeto educacional nacionalista’ varias medidas foram tomadas, tais como: a publicação de livros de cunho patriótico, a criação da instituição Juventude Brasileira que difundiu a ideologia entre as crianças e os jovens por meio de inúmeras comemorações cívicas, e a proibição de toda e qualquer manifestação de cunho regional ou que divergisse do regime. Em resultado, inúmeras escolas foram fechadas.

Comments

Title in English: Education in the Service of the New State in Brazil (1937-1945): Educational Policies and Practices.

The paper is in Portuguese with Portuguese and English abstracts.


Included in

Education Commons

Share

COinS