Document Type

Peer-Reviewed Article

Publication Date

1-2018

Abstract

Em 1599, a Companhia de Jesus aprovou o Ratio atque Institutio Studiorum Societatis lesu (Método e Sistema de Estudos da Companhia de Jesus). O documento delineou as políticas, os procedimentos administrativos, os currículos e as práticas de ensino em suas instituiçãoes educacionais na Europa e no exterior. Uma parte da Ratio detalhou um programa de estudos de linguas e da literatura clássica. O objeto deste estudo é o programa de humanidades e o foco da analise é o comportamento profissional do professor jesuíta responsável por sua implementação. Este trabalho identifíca as ações que um jesuíta brasileiro teria demonstrado quando ensinando as humanidades em um colégio brasileiro nos séculos 16 e 17. Suas ações e atividades pedagógicas são inferidas das "Regras comuns para os professores das classes mais baixas" explicitadas no Ratio Studiorum.

Este estudo foi conduzido cotno parte de um projeto desenvolvido para o Presidential Seminar on the Catholic Intellectual Traditions, programado durante o ano letivo 2016-2017 na Sacred Heart University, em Fairfield, CT, nos EUA. O seminário foi organizado para os professores pelo Office of Mission and Catholic Identity.

Comments

This study was conducted as part of a project developed for the Presidential Seminar on the Catholic Intellectual Traditions, scheduled during the 2016-2017 academic year at Sacred Heart University. The seminar is organized annually for faculty by the Office of Mission and Catholic Identity.

Title in English: Introduction to Jesuit Pedagogy in Colonial Brazil. Humanist Education and the Ratio Studiorum.

DOI

10.14393/che-vl7i11-2018-3

Creative Commons License

Creative Commons Attribution-Noncommercial-No Derivative Works 4.0 License
This work is licensed under a Creative Commons Attribution-Noncommercial-No Derivative Works 4.0 License.

Share

COinS